6 de novembro de 2011

Cada um com a sua


E cá vai mais um relato de viagem. Eu sei que começa a ser chato estar constantemente a falar disso, mas que culpa tenho eu de ser tão viajado?
Ora atentem bem na foto:



Via, quase diariamente, esta senhora estacionada algures no meu trajecto. Esteve desaparecida durante uns tempos, mas lá voltou. Se calhar está a velha e foi posta num sítio de repouso, como acontece a tantas outras.
Eu também já tive uma em tempos, não tão charmosa como esta, mas com melhores cores. Só não tinha rodas e andava bem mais devagar.
Quem as tiver que as conserve... de preferência bem afastadas de casa.
NB: A curiosidade era forte e tive que procurar informação sobre o nome. Pesquisei no site da empresa em questão e fiquei a saber que o acrónimo SOGRA resulta de SOciedade GRuas de Aluguer. Não... não vou fazer mais qualquer tipo de trocadilho sobre o assunto. Fica para vosso exercicio mental.

Sem comentários:

Enviar um comentário

A bem da nação, o teu comentário fica a aguardar moderação do Lápis Azul.