20 de novembro de 2012

Como?...

Nos últimos tempos a temática aqui da casa anda muito virada para o futebol. Eu não gosto de misturar as coisas, mas por um lado, se é algo que está tão presente na minha vida, será natural que venha mais vezes à baila do que, por exemplo, o tricot. Hoje li uma coisa que entendo como hilária. Como sempre cheguei com algum atraso até ela mas antes tarde que nunca. Na edição de domingo do jornal A Bola vinha isto:


No seguimento da notícia, no último parágrafo diz isto:
«Não posso perceber como um jogador que já tinha um cartão amarelo, decide dar um ‘charuto’ na bola, quando o jogo já está parado. Se ele funciona assim não pode jogar na primeira divisão. Pelo menos comigo não joga»

Eu podia fazer aqui mais colagens multimédia, mas acho que todos, de alguma forma, conhecem o rapaz. Para aqueles que não o conhecem, sugiro uma visita ao YouTube e digitar na linha de pesquisa o seu nome. Se um tipo que faz o que faz enquanto jogador da bola e até já como treinador, acha o que acha sobre alguém que também reage mal, mas sem aleijar, pontapear ou gritar com alguém, então algo vai mal naquela cabecita. Um rapaz tão novo e já tão esquecido, coitado!

Sem comentários:

Enviar um comentário

A bem da nação, o teu comentário fica a aguardar moderação do Lápis Azul.