14 de novembro de 2013

A Equipa do Morgado

Reparo que de cada vez que coloco aqui qualquer coisa que tenha a ver com a bola dos miúdos recebo mais visualizações do que aquelas que recebo na maioria dos outros assuntos. Fico agradado com isso, obviamente. Prova que o pessoal anda com vontade de saber mais sobre a equipa deles. Mas fico também na dúvida se não passam por aqui à espera de ler uma espécie de crónica do jogo. Se é isso que vos traz ao blogue, lamento desiludir-vos. Mais facilmente faria um ensaio sobre física quântica do que falar da equipa onde joga o meu filho, pelo menos numa escala superior à do meu grupo de pessoas mais chegadas.

A explicação dei-a sub liminarmente no primeiro parágrafo: joga lá o meu filho. E se sei manter a isenção, sei também que por mais que isso seja verdade, haveria sempre alguém que acharia o contrário. Imaginem lá uma crónica destas:

No passado sábado a equipa onde joga o filho do Morgado, João Morgado, de seu nome Futebol Clube de Alverca, deslocou-se ao terreno do Mafra para mais uma jornada do Campeonato Distrital de Infantis 11. Os visitantes iniciaram o jogo com o João Morgado e mais dez miúdos, também jeitosos. A primeira parte correu de feição à equipa do Morgado que marcou logo no inicio os dois golos (um bis de um jogador da equipa do Morgado), com que chegou ao intervalo. Morgado foi praticamente um espectador da partida, durante esse período, sendo chamado a intervir uma única vez, fazendo uma defesa aparatosa, diríamos até impossível, que levou ao rubro o público presente.

Na segunda parte a toada manteve-se e Morgado incentivava os colegas a fazer mais e melhor. Essa postura heróica do guarda-redes forasteiro deu frutos por mais uma vez, quando um outro colega seu fixou o resultado final em 0-3.

Para a história do jogo fica a tal defesa sobre-humana de Morgado na primeira parte, situação que fez com que fosse considerado o homem do jogo.

... E eu não quero que isto aconteça. Ou que vocês leiam as coisas assim. 
Mas no que depender de mim vão continuar a receber os vídeos da ordem e uma ou outra brincadeira sempre que possível.

(Aceito encomendas de reportagens das restantes equipas)

Sem comentários:

Enviar um comentário

A bem da nação, o teu comentário fica a aguardar moderação do Lápis Azul.