3 de dezembro de 2012

Um ano

Não estou em contagem rigorosa, porque o tempo nunca foi para mim uma ciência exacta. Sabes bem que sou péssimo nessa particularidade de marcar as coisas com datas. Curiosamente, na hora zero desta contagem, parece que fiquei mais consciente de que esse facto não é uma característica, mas sim uma lacuna.

As coisas que acontecem em um ano. E logo ali mesmo, no princípio desse ano, o Natal deixou de ter a mesma cor. A passagem do ano também. Mas o tempo não se compadece e vai seguindo. Não pára. E as coisas vão acontecendo como se nada fosse. Vou-te contando em tempo real as que mais marcaram a vida de todos, mas falta sempre algo. A mãe surpreendeu-me. De repente o gelo não estava lá mais e a dor, mais abafada hoje, mas sempre presente, deu lugar a uma necessidade de exteriorizar momentos e memórias.

No tal tempo que não pára houve lugar para uma operação de remoção do apêndice ao João. Fez dele mais homem, porque homem que é homem tem que passar por algumas contrariedades, como tu bem sabes.

O mês de Maio trouxe a celebração da Confirmação da Camila. Sobre isto nunca faláramos antes, porque nem eu alguma vez tivera contacto com essa realidade. Na terra onde vive, a Camila é agora, de acordo com a tradição, uma mulher e não uma menina. E tão bonito como a festa em si, foi o facto de a podermos ter acompanhado dentro, eu o João e a Eva. A minha princesa bem que merecia algo que lhe carregasse as baterias do ânimo. O começo deste ano que falamos foi demasiado amargo para alguém tão novo como ela.

Neste capítulo do carregar as reservas de moral, também o João teve o seu momento. Na bola, aquilo que mais gosta de fazer, passou do completo desânimo, para o renascer da vontade e da alegria. O rapaz é agora guarda-redes, na mesma equipa da qual quis sair por não se sentir importante o suficiente para continuar. Tem uma alma nova.

Sobre mim já sabes tudo. Vamos falando. Sou de poucas mudanças. Em breves dias começará a contagem de mais um ano nosso por cá e teu de olho em nós.

Esta época estou com uma fezada no Benfica!

Sem comentários:

Enviar um comentário

A bem da nação, o teu comentário fica a aguardar moderação do Lápis Azul.