2 de agosto de 2013

Dito por aí

Hoje, a propósito de uma noticia sobre uma transferência no mundo do pontapé na bola, ouvi algo que me fez perder tempo a pensar e, como se vê, também a escrever. Não me recordo das palavras exactas, mas era algo mais ou menos assim: é quase absurdo fazer uma proposta de 120 milhões de euros por um jogador, mas é igualmente absurdo recusá-la.

Concordo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

A bem da nação, o teu comentário fica a aguardar moderação do Lápis Azul.